Esta área é periodicamente atualizada com novas perguntas e respostas.

O que vem a ser ISO?
ISO é a sigla de uma organização internacional que elabora normas internacionais, fazem parte da ISO as entidades de normalização de diversos países do mundo.

O que significa a sigla ISO e a sigla NBR que vem antes da palavra ISO ?
ISO – International Organization for Standartization (Organização Internacional de Normalização) NBR – Normas Brasileiras.


Como esta estruturada a nova família da NBR ISO 9000/2000 ?
A família ISO 9000/2000 é constituída por um conjunto normas e diretrizes, estando divididas em: a) especificação que é a NBR ISO 9001:2008, e b) guias e diretrizes NBR ISO 9000:2000 e NBR ISO 9004:2000; sendo que a primeira é mandatória e única aplicável à cerificação de sistema de gestão da qualidade, enquanto que as outras duas são guias que servem para o entendimento e implementação do SGQ.

Qual a história recente das normas da família ISO 9000 ?
A primeira série de normas de sistema da qualidade surgiram em 1987, (voltadas para a qualidade dos produtos ou serviços) sem muita divulgação e aceitação, esta série era então constituída por 6 normas sendo que a 9000 era uma diretriz que tratava de explicar o então sistema da qualidade; as 9001,9002 e 9003 eram especificações aplicáveis a certificação do sistema da qualidade em três diferentes níveis; a 9004 era um guia que orientava a implementação das especificações; e havia uma sexta norma a ISO 8402 que tratava da terminologia, uma espécie de dicionário do sistema da qualidade.
Em 1994 houve a primeira revisão das normas, sem que grandes mudanças tivessem sido introduzidas, se manteve a estrutura das 6 normas e se corrigiram algumas falhas de entendimento.
Em dezembro de 2000 é que processaram as grandes mudanças em termos de: a) conceito – as normas passam a tratar de gestão sendo denominadas sistema de gestão da qualidade; b) conteúdo- reduziu-se o número de normas com a exclusão das 9002, 9003 e da 8402; e c) finalidade – as normas passam a tratar da gestão das organizações considerando que a qualidade dos produtos e serviços é uma conseqüência natural da boa gestão.

Quais as normas de gestão que se aplicam ao Meio Ambiente ?
São as normas da Série 14000
, que fornecem à administração das Organizações orientações e requisitos sobre como implementar e manter uma estrutura para identificar os aspectos ambientais existentes na Organização devido aos seus processos e aos produtos ou serviços; e sobre como gerenciar os eventuais impactos ambientais decorrentes destes aspectos identificados, de modo a atuar em consonância com os requisitos contratuais, os legais e os regulamentares.

Quais as normas da série ISO 14000 também tem divisões?
Há um grande conjunto de normas referentes ao SGA- Sistema de Gestão Ambiental, estas normas consideram as atividades de implementação e certificação do SGA ( 2 mais conhecidas), além de outras de apoio como terminologia, indicadores de desempenho ambiental, auditorias internas e outras.
As mais conhecidas e usadas na implementação e certificação são: NBR ISO 14001- Sistema de Gestão Ambiental, especificação e diretrizes para uso (única norma aplicável à certificação) e NBR ISO 14004 – Sistema de Gestão Ambiental, diretrizes gerais sobre princípios, sistemas e técnicas de apoio.

Existem normas específicas para auditar os sistemas de gestão ?
A auditoria é um importante elemento do ciclo PDCA (Plan-Do-Check-Act), no qual se baseiam as normas para sistemas de gestão, como a ISO 9001 e a ISO 14001.
As auditorias constituem a base para a auto-avaliação da capacidade da organização em atender continuamente aos requisitos das partes interessadas relacionados, por exemplo, com a qualidade e o meio ambiente.
Os sistemas de gestão proporcionam os meios para garantir essa capacidade, e as auditorias são necessárias para avaliar a devida implementação e eficácia desses sistemas.
As auditorias são a base para a certificação dos sistemas de gestão.
Esse fato demonstra a importância das auditorias e é o motivo pelo qual a ISO já desenvolve normas sobre auditoria há mais de 15 anos, de modo que em 1997, dois sub comitês da ISO o ISO/TC-176/SC-3 e o ISO/TC-207/SC-2, estabeleceram um grupo de estudo para avaliar a viabilidade de uma abordagem unificada de auditoria.
Este grupo reconheceu que cada vez mais organizações estão implementando sistemas de gestão da qualidade como também sistemas de gestão ambiental, desejando otimizar seus esforços de auditoria.
A unificação de auditorias de sistemas de gestão tem vantagens financeiras e práticas e não afeta a confiabilidade e utilidade dos resultados da auditoria, de modo que a conclusão foi que esses avanços na comunidade de usuários seriam melhores conseguidos com o desenvolvimento de uma norma única de Auditoria.
Para a elaboração da nova ISO 19011:2002, foram necessários quatro anos de trabalhos, oito reuniões do JWG e elaboração de três projetos de comitê; a identificação com o número 19011 – primeiro número disponível no momento em que o projeto foi aprovado – foi especialmente conferido a esse projeto pela ISO.
A idéia por trás da escolha desse número foi evitar associar a norma exclusivamente à ISO 9000 ou à ISO 14000, mantendo, porém, a relação com as normas anteriores de auditoria (ISO 10011 e ISO 14011).

Compartilhe